Boas empresas não pagam por propaganda!

sucesso-profissional-empresa-empresario

 

Todo fim e início de ano é aquela correria no mercado para contratar bons profissionais.

É um tal de currículo pra cá, entrevista pra lá, anuncio de vaga… Uma loucura!

Nessa correria toda, muitos funcionários são atraídos não só pelos salários, mas também pelos benefícios e pelo ambiente de trabalho.

Justamente é nesse momento que o candidato precisa ficar com os olhos bem abertos!

 

A primeira ação que um candidato deve fazer é buscar referências sobre a empresa que pretende trabalhar. Essas referências jamais devem ser buscadas na mídia, pois todos nós sabemos que por uma boa quantia, podemos manipular as informações que serão vinculadas aos meios de comunicação. A informação deve vir de pessoas que já trabalharam ou trabalham nessa empresa. Elas vão informar se realmente a empresa é tudo aquilo que você já leu.

Lembram daquele ditado: “A melhor propaganda é o boca-a-boca!”. De fato, esse ditado continua sendo verdadeiro, pois quando a pessoa gosta do lugar que trabalha, ela não só fala para as pessoas, como leva outras tão boas para trabalhar com ela.

 

A segunda ação que o candidato deve fazer é observar a empresa, quando for visitá-la. Em vez de reparar na linda fachada das salas, olhe a fisionomia das pessoas. Repare como elas olham, respiram e trabalham. Como elas se dirigem e interagem entre si.

Se sentirem vontade de fazer perguntas como: processo de trabalho, quantidade de pessoas na equipe, entrega por meta, benefícios, salário… pergunte! Mas não faça muitas perguntas! Seja sutil e objetivo!

Explique para o entrevistador que você tem interesse pela empresa, mas que gostaria de ter mais informações sobre ela. Se possível, peça para ir na sala onde você poderá trabalhar.

O momento mais propício para fazer perguntas sobre a empresa é no recrutamento! Então não perca essa oportunidade!

 

O terceiro ponto para observar é o ambiente de trabalho!

Falo sobre o ambiente porque nos últimos anos tivemos um “boom” de start ups no mercado brasileiro, onde são oferecidos desde vídeo games até sala com redes para dormir.
Desconfie de empresas como muitas salas ou ambientes para relaxamento. Essas empresas, em sua grande maioria, cobram que seus funcionários trabalhem em dobro e por isso oferecem salas de descanso e lanche para os funcionários.

Dessa forma, eles não precisam sair e permanecem no local de trabalho. Ou seja, atrás do lado lúdico, existe o controle! Desconfie de tudo que é demais!

 

O quarto e último ponto é a forma de contratação.

Leia o seu contrato com calma. Veja se tudo que foi dito a você durante a entrevista, consta no contrato de trabalho, numa forma legível e legal.

Principalmente, o que diz respeito em relação a salário, benefícios, pagamentos e horário de trabalho (jornada de trabalho, horas extras, banco de horas).

Caso algo não esteja conforme o combinado, não assine e entre em contato diretamente com o RH da empresa.

 

Seja sincero com você mesmo e só procure trabalhar em empresas que você teve empatia, que transmitiram confiança.

Caso não consiga passar no processo seletivo da empresa que gostaria de trabalhar, peça um feedback construtivo do RH. Pergunte quais os pontos que você precisa desenvolver e melhorar para fazer parte dessa empresa. Trabalhe eles ao longo dos meses, que com certeza você conseguirá alcançar o seu objetivo!

Pense que você só será feliz na sua carreira, se fizer boas escolhas!

O seu futuro depende, unicamente, do seu esforço e foco!

Fica a dica =)

Até mais!

Leave a Reply

%d bloggers like this: