Coaching de Times … Como aplicar?

coachingUltimamente, coaching é a palavra que esta na moda… Ouvimos por todos os cantos e de várias formas. Temos coaching de carreira, pessoal, executivo, financeiro, esporte entre outros. Como já disse num artigo anterior, Coaching não é terapia. Coaching é um conjunto de procedimentos (ferramentas e técnicas) utilizados para alcançar seus objetivos. Logo, podemos aplicar essas técnicas em todas as áreas e ambientes, porque elas são focadas na evolução do indivíduo. Partindo desse ponto, podemos aplicar o Coaching para Times também. O intuito é desenvolver competências em colaboradores, líderes e áreas envolvidas em projetos/produtos em comum, promovendo desafio coletivo. O coaching nos permite observar o trabalho que cada um desempenha no time (perfil, cargo e especialização) para promover novos conhecimentos, aplicações e melhorias. Além disso, conseguimos melhorar o comportamento, a comunicação, a integração e o engajamento entre as pessoas do time. Para esse processo de melhoria ocorrer é necessário ter um profissional capacitado e qualificado, com dom de lidar e orientar pessoas, como um Coach ou um Agile Coach, (dependendo da metodologia usada). Esse orientador TEM QUE SER ÉTICO, não expondo as conversas que tem com os colaboradores em público. Caso isso aconteça, os colaboradores não confiarão mais no profissional e o processo morrerá, sem ter chegado a evolução. Todos saem perdendo!

times1

… Mas como é realizado?

Primeiramente, defina quais recursos você irá usar para armazenar informações levantadas sobre cada colaborador ( repositório manual ou digital). Comece o processo fazendo uma entrevista com cada um. Faça num ambiente onde tenham tranquilidade, onde possam ficar a vontade e que não sofram interrupções. Uma sessão de entrevista pode durar de 30 a 60 minutos. Na entrevista levante quais os pontos fortes, os pontos a melhorar e quais os impedimentos que o colaborador possui e que impede de evoluir o seu trabalho. Após ter levantado os pontos, defina ações para cada item de melhoria, propondo correção, não esquecendo de inserir datas de finalização para cada item de melhoria. As datas têm muita importância para esse processo, pois trazem a noção de tempo para resolver a ação. Vale lembrar que durante o acompanhamento podem surgir novos itens que não foram lembrados no momento da entrevista, mas que poderão ser colocados no planejamento e na execução das ações. Assim que terminar a entrevista, o orientador ou Coach, deve pontuar quais ações pode ajudar, seja com indicações de livros, vídeos, palestras, cursos, eventos ou até mesmo pessoas que detém conhecimento e experiência no assunto que poderão auxiliar de alguma forma. O objetivo do Coach é motivar, orientar e suportar o colaborador da melhor forma possível, fazendo ele se sentir seguro e confiante para buscar melhoria. O processo de entrevista deve ser feito pelo menos 1 vez por mês, para que todos criem o hábito de aprender, ensinar, inspecionar, adaptar e rever suas metas.

coaching timesUm bom exemplo que posso dar sobre Coaching de Times é o trabalho que um técnico de um time de basquete ou futebol faz com os integrantes. O técnico é um Coach. Ele observa cada jogador e pontua quais os pontos são necessários melhorar para performar mais. Ele faz esse trabalho individual para não perder a especialidade de cada um. Ao mesmo tempo, faz com que pessoas com especialidades diferentes, trabalhem juntos para atingir a meta, que é fazer cesta ou gol. Por isso a importância de ter um Coach na formação de um time. O trabalho dele é ficar o tempo observando as pessoas e o trabalho que desempenha.

coaching-times-1024x701Resumindo o nosso artigo, um bom Coach ou orientador com experiência e qualificação saberá implantar e conduzir o seu time com maestria, fazendo com que cada colaborador produza mais e melhor, dentro de um ambiente seguro e confiável, atingindo metas individuais, coletivas e corporativas. Eu já faço esse trabalho há 4 anos com os times em empresas privadas e até hoje só presenciei ganhos; evolução individual, coletivo e corporação.

Se você não possui esse processo ainda na sua empresa, não sabe a produtividade que esta perdendo 🙂

Até a próxima!

,

Leave a Reply

%d bloggers like this: