Icebreaker… A facilitação que aproxima as pessoas!

Um “Icebreaker” ou “Quebra-gelo” é uma atividade, um exercício ou experiência projetada para quebrar o “gelo” que normalmente limita ou inibe as interações de um grupo de pessoas que podem ou não se conhecer. Um grupo exibe frieza se houver pouca ou nenhuma conversa, relutância em fazer contato físico e?ou visual. Além disso, na maioria dos cenários, os membros do grupo estão sozinhos, exibindo uma falta de iniciativa e ausência de confiança para interagir.

 

Logo, um Icebreaker tem que ser uma facilitação divertida, interativa, fácil de entender, fácil de engajar, que gere curiosidade e ao mesmo tempo satisfação, alegria de quem está participando. O sucesso não depende só de trabalhar as pessoas, mas também ter uma localização com um ambiente limpo, confortável e descontraído, que apoie e suporte as dinâmicas. Assim as pessoas poderão ficar mais soltas e sentirem

Por que usar um Icebreaker para trabalhar grupos?

Os Icebreakers desempenham um papel significativo em qualquer atividade ou evento em que a comunicação e o nível de conforto do participante são importantes. Podemos dizer então, que eles ajudam a garantir que todos os participantes sejam iguais durante aquele momento, derrubando as barreiras e os impedimentos que possam existir no grupo, no local de trabalho.

A seguir algumas dinâmicas que você pode fazer!

Mover pessoas por comando: o facilitador transmite comandos para o grupo no geral. Anda! Grupo anda. Para! Grupo para. Dança! Grupo Dança. Depois troca. Quando o facilitador falar “anda” o grupo “para”. Quando o facilitador falar “dança” o grupo “pula”. Quando falar “pula” o grupo “dança”. Pare quando já tiver feito todas formas.

Conhecer pessoas: para iniciar a dinâmica, o facilitador pede para formar duplas. De frente um para o outro, a dupla cumprimenta-se batendo 3 vezes mãos e falando 1, 2 e 3 pula!. O bater das mãos pode ser as 2 mãos de frente ao mesmo tempo ou 1 das mãos.

Descobrir a personalidade: cada integrante do grupo receberá um post it com um nome de uma personalidade (que pode ser cantor(a), apresentador(a), ator, jogador de futebol, etc.) que não poderá ler. Esse post it ficará colado na testa da pessoa. Após todos terem seu post it colado na testa, sem saber quem é a personalidade que carrega, a pessoa terá 3 chances de perguntar para outro, pistas para adivinhar a personalidade que esta colada. Não acertou, passa para outra pessoa e faz mais 3 perguntas. Esse ciclo só acaba quando todos acertarem.

Contato físico com pessoas: a dinâmica começa com as pessoas formando duplas e com o jargão “o facilitador pediu para…’ juntar ombro com ombro, costas com costas, depois pulso com pulso, mãos com mãos. Agora passa para o nivel 2, mantem a dupla. “O facilitador pediu para…” juntar joelho com tornozelo, ombro com cotovelo, joelho com coxa, pulso com ombro.

Bom, o artigo foi para trazer mais esclarecimento sobre o tema e trazer algumas experiências que eu já fiz em eventos e empresas.

Espero ter ajudado! Até mais 🙂

Deixe uma resposta