Interrupção… O mal que causa baixa produtividade!

enterprise-brain-newagent-interrupcoesO artigo dessa semana tem tudo a ver com a sua rotina de trabalho, até mesmo de vida. Você já parou para pensar quantas vezes é interrompido por dia? Tenho certeza que se começar a contabilizar, verá que são muitas, muitas vezes… As pessoas não têm paciência de esperar por nada. Todos tem pressa e querem algo pra ontem. Eu até entendo que em algumas situações surgem urgências. Mas será que tudo realmente é prioridade? Vou fazer uma breve reflexão…

Ultimamente quando isso acontece comigo, eu analiso se realmente é emergencial ou se pode ser postergardo. Levo uns minutos para fazer essa análise… Procuro buscar a causa raiz dessa “demanda”, o motivo de ter caído de repente no meu colo. Na maioria das situações, não houve um planejamento e muito menos direcionamento, orientação. Logo, se essa demanda veio para mim é porque quem recebeu ela, sabia que eu tenho competência para fazer com qualidade e rápido. A desculpa é sempre essa, parecendo até um elogio para quem executa. Quando na verdade, camufla todo o erro do processo.

dnd_thumbO problema é que se eu pegar para resolver, vou ter que parar meu trabalho, para atender essa urgência, sobrecarregando as demais tarefas que eu planejei fazer naquele dia. Agora, imagine isso acontecendo com vários profissionais num dia dentro de uma empresa? Uhm… Isso mesmo que pensou… A produtividade cai! Produzimos menos! Cada vez que uma pessoa para o seu trabalho, para te explicar ou te pedir o que precisa, você acumula as suas tarefas… E quando termina a conversa é necessário retomar o inicio do que estava fazendo para conseguir concluir, levando muito mais tempo e esforço.

Eu sei o que vai dizer… que tem momentos que não da para segurar e que precisa compartilhar. Mas a descontinuação de uma tarefa só deve ser feita em caso de extrema necessidade, ou em momentos pré determinados, como checkpoints e reuniões agendadas, pois as pessoas se planejam para ter esse momento de conversa.

O Lean Manufactoring (filosofia de gestão focada na redução dos sete tipos de desperdícios (super-produção, tempo de espera, transporte, excesso de processamento, inventário, movimento e defeitos) é um exemplo nesse assunto. Traz um processo de trabalho onde os profissionais precisam ter uma mentalidade enxuta para um sistema de negócios. Ou seja, melhorar a forma de especificar valor; alinhar a sequência de ações que criam valor; realizar atividades sem interrupção sempre que alguém as solicitar, e assim vai… Dessa forma os profissionais ficam mais produtivos, o processo fica mais rápido e enxuto, alem das equipes entregarem produtos e serviços sem desperdícios, com mais qualidade.

senimento-de-raiva-no-trabalhoSe você ainda não conseguiu ver valor em trabalhar sem ser interrompido, vou te dar um exemplo simples e fácil de assimilar. Você resolveu fazer um prato, cozinhar para receber uma visita. Comprou todos os ingredientes necessários, leu a receita várias vezes e esta pronto para começar a preparar a refeição. Então coloca o avental e começa a fazer a comida. No momento que começa a usar os ingredientes o telefone toca, o marido fala que não gosta desse prato, a vizinha toca a campainha e pede uns ovos, as crianças resolvem pular em cima do sofá… e para completar, quando vai colocar a receita no formo, percebe que o gás esta acabando… putz!

Nesse cenário, como você se sente? O que você faz? O que fala? Qual a sua reação? Todas as respostas que disser, trarão o sentimento e palavras de irritabilidade pelas inúmeras interrupções que você sofreu. Isso é normal e acontece com todos nós diariamente. Por isso temos tantas pessoas estressadas e com problemas de saúde na sociedade.

Portanto, o conselho que te dou é: analise a causa das necessidades que chegam até você. Veja se consigue planejar e priorizar a execução do que é mais importante. Eh o principal, saiba dizer “não” quando necessário. Com esse tipo de conduta, fica mais fácil encarar o dia-a-dia e propor uma solução.

Essa foi a minha dica da semana!

Até mais pessoal 😉

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: