Marca Pessoal… Como se promover?

O tema de hoje aborda um assunto que sempre ouço as pessoas buscando: como promover sua marca pessoal? Recebo muitos emails, mensagens e até mesmo ligações de profissionais que querem ter mais presença no mercado e não sabem como, ou não sabem por onde começar. É normal, porque cada pessoa tem a sua identidade. A questão da marca está muito mais voltada para o “individuo” e suas competências, do que uma simples jogada de marketing. A seguir vou desenrolar o assunto e você vai entender 😉

Marca Pessoal é sinônimo de reputação, credibilidade, confiança. A marca está relacionada ao modo como as pessoas vêem você como o dono de um negócio, um empreendedor, ou um representante de uma ideia/especialização em um determinado seguimento, organização, comunidade. Quando o seu nome é falado para uma pessoa ou um grupo, rapidamente é assimilado ao trabalho que desempenha, como se comunica, se comporta e se expõem. Logo, a marca pessoal está relacionada aos seus valores (leia mais sobre valores aqui!), seus talentos e atributos, que podem ser bons ou ruins. Eh não confunda jamais “Marca Pessoal” com “Marketing Pessoal”, pois há diferença entre elas. Marca Pessoal é o que você é, te diferencia entre as demais pessoas e profissionais da sua área. Tem como objetivo mostrar ao mundo porque só você é dessa forma, ou faz as coisas dessa maneira. Já o Marketing Pessoal é como você externa suas qualidades, quais estratégias e abordagens utiliza, como monetiza seus conhecimentos, experiências e vivências. Eh ai entram as redes sociais que podem auxiliar na divulgação. NÃO CONFUNDA!!!

… Como desenvolvo minha marca pessoal?

Primeiro passo é levantar as suas competências (pontos fortes), quais os valores que as pessoas vêem que você possui e que são importantes para o seu trabalho, qual o seu diferencial entre os demais profissionais. Depois descubra o que você representa e o que quer que as pessoas reconheçam em você. Um ponto importantissimo para ser lembrado é que quando fazemos esses exercícios surgem os pontos que você precisa melhorar para chegar onde deseja. Não deixe esses pontos só na sua mente. Coloque num caderno e descreva ações necessárias para melhorar. Assim, você vai construir sua marca pessoal com muito mais firmeza e clareza. Reflita, escreva, desenhe, pense com calma em todas essas respostas e quais os caminhos elas te direcionam, pois serão a base determinante para a construção da sua marca.

Um outro exercício legal e fácil para fazer é pedir para algumas pessoas que confia, responder essas perguntas sobre você! Elas serão sinceras e trarão uma riqueza de informações e observações que jamais imaginaria que elas pudessem ter a seu respeito. Além disso, quando nos avaliamos somos muito autocríticos ne?! Importante anotar esses feedbacks para não esquecer! Mas lembre-se, você não pode interferir ou julgar. Apenas ouça!

Crie seu plano de ação e comece com pequenas tarefas, uma coisa de cada vez. As pequenas tarefas você consegue executar todos os dias e aos poucos vai vendo resultado. As grandes podem te dar preguiça no início e ai você corre o risco de desistir logo na primeira. Se tiver dúvidas de como montar um plano de ação, clique aqui!

Eh para encerrar o artigo, seguem algumas dicas matadoras para sua marca pessoal. Eu uso e tenho certeza que todas elas vão te ajudar muito!

  1. Viva aquilo que você prega. Seja transparente com você e com os outros, gerando confiança e credibilidade. Não queira mostrar algo para os outros que você não possui, só porque é moda. Descubra o seu potencial e invista nele! Todos nós temos talento para algo. A autenticidade é um dos principais pilares da marca pessoal.
  2. Expanda sua rede de contatos através de eventos, comunidades, listas e workshops. Deixem que as pessoas te conheçam. É importante pra elas interagirem com você, saber como pensa, sente e age. Converse! Gere empatia!
  3. Crie sua marca pessoal pensando em maneiras de reinventar e tornar a sua história de vida pessoal e profissional mais atrativa e fazer com que os seus clientes e as pessoas que você deseja impactar sintam algum tipo de conexão para te seguir. Todos nós temos algo em comum. Encontre o seu ponto de interseção!
  4. Use as redes sociais para divulgar seus conteúdos, experiências que você teve ou tem no seu dia a dia. Compartilhe, colabore com canais, fomente assuntos e conexões com as áreas que você se relaciona.
  5. Escolha alguém que você admira para seguir. Observe como a pessoa se movimenta na vida pessoal e profissional, como se comporta e se expõem nas redes, nos eventos, nas comunidades… Vai perceber que cada um tem diferentes estilos e valores.
  6. Tenha cuidado e zelo com a exposição de fotos, figuras, vídeos, parágrafos ou opiniões. Elas podem criar empatia ou antipatia. Tudo vai depender da forma que você falar ou escrever. Tenha atenção!!!
  7. Não copie quem você admira! Muitas pessoas copiam e acham que ninguem percebeu. Mas a marca pessoal de uma pessoa já reconhecida é muito forte e identificamos claramente o plágio. Coloque o seu tempero, o seu sentimento, a sua ideia, reinvente, melhore, crie… Acredite no seu potencial acima de tudo! É assim que surgem as grandes invenções!

Bom, espero que o tema de hoje possa ter ajudado a clarear um pouco as ideias do que precisa fazer! Agora é agir! Mão na massa 🙂

Até mais pessoal!

Leave a Reply

%d bloggers like this: