Por que ser Coach?

Por-que-ser-coach

Para você ser um bom Coach, você precisa passar por todo processo de aprendizagem, assim como você passa quando precisa se especializar em algum assunto. É necessário se preparar para receber tal conhecimento, habilidades e depois atuar no seu ambiente.

A minha primeira dica para quem deseja trilhar um caminho de Coach é ser um Coachee.

Ser Coachee trará uma experiência absurda, pessoalmente e profissionalmente, sobre todo o processo Coaching. Você estará buscando o autoconhecimento com um profissional qualificado para levantar seus pontos positivos, melhorar os pontos a desenvolver, adequar postura e comportamento. Ou seja, você vai se preparar, aprender, evoluir para depois orientar a outra pessoa a fazer o mesmo.

A segunda dica para o Coachee, fica como um exercício. Avalie como você era antes de começar as sessões de Coaching e como você ficou após o termino. Analise e pontue o seu crescimento durante esse período e dê continuação ao processo de mudanças em sua vida, traçando ações a serem seguidas.

Após você ter seguido os passos anteriores, procure fazer um curso especializado na formação de Coaches em uma instituição que você tenha acesso as informações sobre metodologia utilizada nas aulas, tempo de estudo, material a ser recebido, diploma ou certificado, suporte para o Coach formado, valores a serem pagos e principalmente, se a instituição de ensino possui tradição no mercado. Você esta iniciando a sua jornada e precisará de confiança e segurança para fazer esse trabalho! Assim como iniciamos nossa vida estudantil. Precisamos de uma escola que nos oriente para andarmos depois sozinhos.

Pense e reflita sobre o motivo pelo qual você deseja ser um Coach, pois o investimento é muito alto para depois não usar. Veja o que o Coaching vai acrescentar aos seus objetivos de vida, o que você vai ganhar tendo um diploma de Coaching e o que você vai perder. Essa matriz de perdas e ganhos sempre nos mostram com clareza, qual o caminho a seguir. Caso tenha decidido seguir, planeje-se para que tudo corra bem e… Pratique! Quanto mais estudar e praticar, melhor Coach você será!

Um bom Coach, precisa ter em seu perfil, as seguintes características:

– Gosta de ajudar as pessoas;

– Escuta ativa (ouvir o que o Coachee tem para dizer sempre);

– Flexibilidade (buscar ferramentas, alternativas e caminhos para auxiliar o Coachee);

– Relacionamento de extrema confiança com o Coachee.

– Formulação de questões poderosas, que leve o Coachee a refletir e encontrar uma resposta.

– Feedbacks constantes sobre crenças, valores e percepções para o Coachee;

– Estabelecimento de metas e planos de ações a serem atingidas pelo Coachee;

– Comprometimento e transparência ao máximo entre Coach e Coachee;

O último item fala sobre ética profissional. No momento que você se comprometeu a orientar uma pessoa em busca de evolução, a confiança e a transparência precisam ser expostas, para a relação ser iniciada. Se o Coachee não se sente seguro com o seu Coach, melhor parar o processo e procurar um outro profissional que transmita mais empatia.

Quando falo sobre transparência, abranjo não só a parte de gestão das sessões, como a parte de agendar horários e receber os pagamentos também. Deixe tudo bem claro antes mesmo de iniciar todo o processo.

Todos as características acima são importantes para um Coach, mas na maioria das vezes não temos todos eles desenvolvidos para começar a trabalhar. Então não se preocupe se você não os possui 100%. Preocupe-se em trilhar o caminho para atingir 100% de aproveitamento em cada um desses itens, pois assim você se tornará um profissional capacitado e seguro.

Ah! Um item super importante para ser dito… Na formação em Coaching aprendemos algumas técnicas básicas, mas utilizamos apenas no inicio do trabalho. Com o passar dos anos e com a experiência adquirida, vamos melhorando as ferramentas e criamos novas formas de desenvolver nossos Coachees. Por isso eu reforço a importância de praticar, para ter conhecimento e melhorar suas ferramentas de trabalho. Logo, cada Coach tem a sua forma e o seu material de trabalho.

Mais uma vez torno a dizer que o Coaching é terapêutico, mas NÃO É TERAPIA. Isso quer dizer que um Coachee não deve demorar 3 a 6 meses para terminar suas sessões. O Coaching é pra chegarmos em poucos passos aos resultados esperados pelo Coachee. Até porque não é produtivo ficarmos com a mesma pessoa por um longo tempo. A riqueza do trabalho de um Coach esta em conhecer novas pessoas, cenários, comportamentos, metas… São as adversidades que farão de você um excelente Coach. Não existe uma bula para você seguir, porque cada individuo tem as suas particularidades. Então, crie novos caminhos para lhe dar com cada um e siga adiante.

O Coaching também poder aplicado em ambientes que desenvolvam projetos utilizando Metodologias Ágeis (vide http://www.annelisegripp.com.br/?p=167) . O Coaching é mais uma das ferramenta a ser aplicada na melhoria do comportamento das pessoas que fazem parte de um time, para alcançar objetivos em comum; como por exemplo, a entrega de produtos e serviços dentro do prazo.

Nesse caso teremos um papel de Coach um pouco diferente das sessões individuais, pois alem dele ter todas as características e conhecimentos de um Coach, ele deverá saber e entender todo o processo de trabalho do time e da metodologia para poder auxiliar a realização de um projeto. Unimos as competências de um Coach com as competências de um líder de projetos. Esse profissional é chamado de Agile Coach e possui uma “caixa” repleta de conhecimentos, experiências e habilidades a serem aplicadas para melhorar a condução dos projetos.

Bom, essa foi a minha dica para quem quer ser um Coach.

Até a próxima pessoal 😉

2 comments on “Por que ser Coach?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: