Product Backlog, Sprint Backlog… como trabalhar com eles?

backlog

Backlog é um repositório de trabalho, realizado num determinado intervalo de tempo…. Podemos dizer que é uma espécie de estoque, onde ficam requisições e encomendas dos clientes sobre produtos que ainda não foram desenvolvidos. Resumindo… é uma lista de pedidos em espera.

O termo Backlog é muito utilizado na engenharia de software ágil, por levantar as necessidades dos clientes em relação ao desenvolvimento do produto em determinados períodos.O backlog é referenciado no processo em 2 momentos:

  • Product Backlog ( pertence ao Product Owner )
  • Sprint Backlog ( pertence ao Time que vai desenvolver )

images (3)PO (Product Owner) ou o profissional responsável pelo negócio tem um papel de extrema importância dentro da Metodologia Ágil (leia mais aqui!). A função dele é levantar as necessidades de negócio/produto com os stakeholders (gestores de áreas) para desenvolver e entregar no prazo, de acordo com a estratégia da empresa. Ele captura as demandas, alinha as expectativas, analisa o melhor tempo, custo, esforço e repassa para o time fazer. É o profissional que faz a ponte entre os interesses da direção com quem incrementa o produto. Por isso precisa ter um bom networking, boa comunicação, saber lidar com pressão e ter conhecimento e experiência sobre o produto.

scrum-product-owner-44-728Já o Product Backlog é o local onde, o PO (Product Owner) ou o profissional responsável pelo negócio, armazena suas necessidades, representadas por funcionalidades a serem desenvolvidas num produto. O PO organizar o backlog, coloca prioripadade de negócio ( analisando tempo x esforço x custo) e a categoria (parte do produto), a qual a funcionalidade pertence. Esse trabalho do PO é importante, pois ajuda o Time a visualizar melhor o que precisa ser feito e entregue.

 

sprintO Sprint Backlog é o repositório ddas funcionalidades já escolhidas pelo PO e negociadas com o Time para serem desenvolvidas. Ou seja, nesse backlog não podemos mexer nas funcionalidades depois que comprometermos com o tempo de entrega e com esforço (sprint ou interação). Elas precisam ser desenvolvidas de acordo com a prioridade determinada pelo PO. O que pode ocorrer de diferente nesse cenário é a quantidade de funcionalidades ter sido menor do que a capacidade de produtividade do Time, que é alta. Nesse caso, sobrará tempo de desenvolvimento para os membros do Time e o PO poderá selecionar mais algumas funcionalidades, que já estejam bem descritas, para serem feitas até que termine o sprint.

Portanto, não ha motivos para confundir os dois conceitos. Eles acontecem em momentos distintos… E se você ainda quiser saber mais como refinar melhor seu backlog, leia o artigo que escrevi sobre o Grooming aqui! Vai ajudar bastante 🙂

Gostou? Esclareceu? Ajudou? Compartilhe!

Até breve!

Leave a Reply

%d bloggers like this: