Síndrome do Impostor, Efeito Dunning Kruger… Você conhece?

impostor-syndrome-mjyd7bz8htitngwf6z2hfh1j808l9rfnwewlwliiwo… Se você não conhece pelos nomes, com certeza conhece pelo comportamento, pois todos nós já passamos, conhecemos ou convivemos com pessoas que possuem esses efeitos. Assim que você começar a ler sobre cada uma delas, vai assimilar com rapidez.

A Síndrome do Impostor afeta pessoas de uma forma que elas se sintam incapazes de internalizar os casos de sucesso, que obteve na vida. Essas pessoas não se importam com o reconhecimento alcançado em sua área de trabalho, estudo, ou quaisquer outras áreas que demonstrem o êxito de suas competências. Elas se convencem que não merecem o sucesso… acham que foi sorte de terem conseguido e que de fato, são uma fraude.

impostor-portada

Segundo pesquisas, esse fenômeno costuma aparecer em momentos de desconforto, transição ou quando se é confrontado por algo novo, um desafio por exemplo, que traz uma carga muito grande de ansiedade e insegurança. Nesse momento, o inconsciente do impostor, adota comportamentos defensivos, que sabotam e limitam a sua imagem (leia mais sobre sabotadores aqui!). A pessoa faz de tudo para não se expor, não ser lembrada. Fica “escondida” mantendo o seu ritmo, sem querer chamar qualquer tipo de atenção.

Já o Efeito de Dunning Kruger é oposto. As pessoas não conseguem ver as suas próprias incompetências, possuem pouco conhecimento num determinado assunto e acreditam saber mais que outros bem preparados. Gostam de se expor e de estar em evidência. Esse tipo de ação desencadeia decisões erradas, resultados indevidos, entre outros. Pessoas com Efeito de Dunning Kruger não reconhecem seus próprios erros e por ter um alto nível de autoconfiança e não reconhecer a sua limitação técnica, podem levar outras pessoas a cometerem erros que poderiam ser evitados.

IMG_20160129_161517

Ao lado desenhei uma figura para ilustrar a Síndrome do Impostor e o Efeito Dunning Kruger, baseado nos experimentos de Dunning e Kruger em 1999, onde se provou através de testes que, pessoas que realmente possuem competências técnicas e comportamentais responderam de forma correta e objetiva os exercícios. Enquanto, as pessoas incompententes, que diziam ter conhecimento e habilidades com as tarefas, não souberem responder os testes com exatidão e eficiência e enrolaram as respostas. Como é comum termos essas pessoas ao nosso redor ne?!

Acredito que durante o meu texto, você deve ter identificado alguns situações que já vivenciou ou participou, dentro dessa abordagem. A melhor forma de passarmos pela Síndrome do Impostor ou Efeito Dunning Kruger é sermos realistas e francos com nós mesmos. A verdade se sustenta, a mentira sempre se descobre, mais cedo ou mais tarde.

Seja sincero sempre com você mesmo! Encare os desafios com tranquilidade… erros todos nós cometemos. Mas poucos aprendem com eles e evoluem! Faça a diferença 🙂

Espero que tenham gostado! Até mais!

2 comments on “Síndrome do Impostor, Efeito Dunning Kruger… Você conhece?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: