Você tem um processo de Recrutamento e Seleção eficiente?

Há muito tempo venho pensando em escrever um texto abordando esse assunto e esse momento chegou. O motivo é um só: chamar a sua atenção para o processo de Recrutamento e Seleção de sua área e/ou empresa. Ha exatamente 5 anos atrás comecei a participar dos processos de Recrutamento e Seleção de profissionais para trabalhar nos times. Hoje, eu, mais os integrantes do time, mais o RH participamos ativamente de todo o processo de seleção e você deve esta se perguntando o por que né?! Vou te explicar…

1-RecrutamentodepessoasOs Analistas de RH não possuem o conhecimento sobre metodologia, ferramentas e tecnologias utilizadas. Esses são tipos de conhecimentos e experiências específicos de cada área. Os Analistas de RH possuem conhecimentos e técnicas para avaliar um profissional comportamentalmente, dentro da cultura e dos objetivos propostos para aquele cargo na empresa. Logo, podemos perceber que temos 2 habilidades diferentes e não excludentes, pois ambas avaliações serão muito importantes para termos um diagnóstico mais completo sobre o profissional. Portanto, nós temos que trabalhar juntos, RH + Área, compartilhar conhecimento, experiências e visões para conseguirmos realizar uma boa contratação. Se você não pensou nisso até agora, esta na hora de mudar!
descrica_cargos_funcoes-604x390O segundo ponto de atenção que gostaria de ressaltar são as descrições das vagas e currículos. Ultimamente tenho visto muitos erros sendo cometidos. Vamos falar da descrição das vagas primeiramente. Vejo vagas com descrições pedindo tudo que tem no mercado e mais um pouco, sendo que a pessoa não precisa da metade das qualificações para desempenhar tal função. Colocaram porque esta na moda ter. Quando escrevemos uma descrição de vaga mal feita, sem clareza e objetivo, damos margem de recebermos currículos com os mesmos erros. A descrição da vaga é o primeiro passo, que inicia todo o processo de seleção e de trabalho dentro da empresa. É um marco importante em todo o processo de seleção, porque na descrição já filtramos os candidatos. Então é necessário ter um tempo só para escrever uma descrição completa, clara e objetiva baseada no desempenho da função, habilidades necessárias, conhecimentos essenciais, certificações e diplomas desejaveis e ainda ferramentas a serem utilizadas. Informações como beneficios, salário, carga horaria e cultura da empresa também ajudam a focar no tipo de profissional que a empresa busca. Não há motivos para esconder informações tão básicas e simples dos candidatos. E se esconderem, já podem ficar atentos e desconfiados!rs.

consultoria-recrutamento-e-selecaoQuanto ao currículo tenho vários pontos de atenção para descrever. Estou sempre recebendo currículos e sempre analiso os que seleciono para encaminhar para as vagas. O que vejo é que muitos profissionais acham que colocando a descrição do currículo como a descrição da vaga será selecionado. Acontece que, quando marcamos entrevista fazemos as perguntas relacionadas a rotina do profissional no desempenho de tal função e fica nitidamente claro, quando o profissional possui ou não possui experiência. Outro ponto muito comum são profissionais montarem seus currículos com mais nomes de ferramentas utilizadas, do que de fato o conhecimento que possui naquele assunto. As ferramentas são importantes para suportar o processo. Mas se você não tiver o conhecimento, será apenas um robô imputando informações numa ferramenta e dependendo da função da vaga, não será esse tipo de profissional que se busca. Fique atento! E por último, jamais tente burlar o processo seletivo! Você pode enviar o seu curriculo para o diretor ou para o gerente que é seu amigo, ciente que ele vai encaminhar o seu currículo para o RH, com recomendações e você vai concorrer com os demais candidatos a vaga. Hoje em dia, ninguem mais arrisca indicar um profissional pra trabalhar, se ele realmente não for um excelente profissional. Então antes de agir dessa forma, repense as suas estratégias.

selecao4

Agora que já falamos sobre vagas e currículos você ja sabe como proceder. Tenho participado dessas mudanças constantemente e ajudado tanto o RH, como profissionais a melhorarem seu trabalho, sua conduta. Mas eu particularmente, gostaria de ver mais empresas levando o pessoal do RH para participar das rotinas das areas de uma empresa. Só assim, os Analistas de RH poderão de fato vivenciar o dia-a-dia de um profissional e melhorar suas contratações (descrição de vagas, entrevistas, dinâmicas, exercicios, resultados). Eu persisto no sonho de termos todas essas areas trabalhando juntas, compartilhando informações, melhorando processos dentro de uma empresa. Eu já comecei esse movimento. E você? O que falta fazer?

Bom, espero que tenham gostado do post 😀

 

 

 

Até mais amigos!

Leave a Reply

%d bloggers like this: